Protocolos de saúde para o enfrentamento da pandemia

Podemos perceber claramente uma sensível melhora na situação da pandemia, apesar de termos ainda que nos manter vigilantes e com hábitos mais apurados em nosso dia-a-dia, lavando as mãos com frequência, evitando aglomerações desnecessárias, etc.

Trata-se de um assunto muito dinâmico e que depende diretamente do comportamento da pandemia de forma monitorada a cada dia, podendo haver medidas mais flexíveis ou mais restritivas. Tudo depende de nós, individual e coletivamente.

No dia 9 de fevereiro, recebemos a autorização da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, para as provas de Duathlon no dia 13 de março e para o Triathlon no dia 27 de março. Ainda estamos negociando com a Prefeitura de Mangaratiba para conhecermos as exigências relativas ao Aquathlon do dia 20 de março naquela cidade mas, ao que tudo indica, deveremos ter as mesmas exigências.

A autorização concedida nos condiciona a adotar as seguintes medidas:

1) Todos os participantes deverão apresentar comprovante de vacinação com as duas doses obrigatórias para as respectivas idades,

OU

2) Apresentar teste negativo PCR na entrada da área de transição (Check-in), com o máximo de 48 horas de antecedência.

Trata-se de uma condição SINA QUA NON, sem alternativas de negociação.

Respeitamos a individualidade de cada um dos nossos atletas, e aquele que se sentir prejudicado em seu direito de alguma forma, poderá solicitar o cancelamento da inscrição com a devolução da importância paga. Entenderemos perfeitamente, apenas iremos lamentar muito se esta decisão for tomada.

RECOMENDAÇÕES

Não poderíamos deixar de aproveitar esta oportunidade para fazermos algumas recomendações importantes:

1) Existem estudos médicos sérios que apontam a necessidade de exames cardiológicos à todos que tiveram COVID-19, ainda que de forma branda. Consulte seu médico para tirar esta preocupação para você e para nós.
2) Não participe da prova se você não se sentir com a devida segurança para tal. Trata-se de uma prova extenuante e com riscos físicos inerentes à atividade, ainda que tomemos todas as medidas necessárias para termos as condições mais seguras possíveis, com todas as preocupações médicas necessárias.

Temos todos que manter uma atitude responsável individual e coletivamente.

Finalmente, considere SEMPRE ter o acompanhamento de um profissional habilitado para orienta-los adequadamente, maximizando os resultados e reduzindo eventuais riscos à sua saúde.

Contamos com a compreensão de todos.

Vamos juntos superar esta situação, e seremos ainda mais fortes, conscientes e humanos.

Bons treinos, boas provas e cuidem-se !!!

Julio Alfaya
Presidente
FTERJ – Federação de Triathlon do Estado do Rio de Janeiro